postheadericon A GRAÇA DE DEUS EM JULGAMENTO

Boas & Novas


Em seu famoso discurso a Nicodemos, Jesus resume a atitude de Deus diante dos pecadores, e a Quaresma lembra que todos nós, de alguma forma,somos pecadores. Em primeiro lugar, Deus deseja intensamente a libertação e a verdadeira felicidade para todos os pecadores. Seu amor especial por estes é maior do que sua rejeição pelo pecado. Para comprovar isso, Deus manda seu único Filho amado morrer pelos pecadores, para que estes possam ter uma vida nova. Seria o sofrimento e a morte de Jesus o único caminho possível para redimir o pecado?Não o sabemos. O que sabemos com certeza é que Jesus na cruz é o mais convincente sinal de seriedade do amor de Deus pela humanidade. Em segundo lugar, Deus quer que o mundo todo seja salvo. Ele não quer para ele a ruína, nem o castigo destituído de esperança. Quando aconteceram fatos dolorosos, como o exílio em Babilônia (que pode ser interpretado como um castigo), o povo sempre teve um chamado à conversão e à graça da mais autêntica libertação. Em terceiro lugar, para que tudo isso se torne realidade e frutifique, precisamos “ver” a mão de Deus no caminho de nossa vida. Eis por que é necessária a luz do céu. Se levarmos a sério o tempo da Quaresma, ele poderá tornar-se nosso caminho de luz.

PARA REFLETIR:

1. Costumo aceitar e seguir a luz que vem à minha vida através da qual posso “ver” o que é certo?

2. Tenho aceitado os sofrimentos inevitáveis de minha vida como um caminho de purificação?

AddThis Social Bookmark Button
 

postheadericon Papa Francisco reforça importância da dimensão comunitária

Boas & Novas

O Papa alertou hoje no Vaticano para os grupos de católicos que querem “privatizar” a fé e reduzir a Igreja Católica a “elites”, mostrando desprezo pelos outros.
“Alguns desprezam os outros, desertam da comunidade total, desertam do povo de Deus, privatizaram a salvação: “a salvação é para mim e para o meu grupinho, não para todo o povo de Deus”. Isto é um erro muito grande”, advertiu, na homilia da Missa a que presidiu na capela da Casa de Santa Marta. Para Francisco, estas “elites eclesiais” podem incluir pessoas que com “boa vontade” e que se julgam bons cristãos, mas que acabam por formar “grupinhos” que se afastam da comunidade católica.
“Deus salva-nos num povo, não nas elites que nós fazemos com as nossas filosofias ou o nosso
modo de entender a fé, observou. O Papa convidou os católicos a assumir a linguagem da “fé”, da esperança e das obras de caridade”, como parte de um “povo”, prestando atenção aos outros.
“Para não privatizar a fé, devo perguntar-me a mim mesmo se eu falo, comunico a fé; falo, comunico a esperança; falo, faço e comunico a caridade”, apelou.
“Há perigo de esquecer que Jesus nos salvou pessoalmente, mas num povo. Num povo. O Senhor salva sempre no povo”, concluiu Francisco.

AddThis Social Bookmark Button
 

postheadericon Evangelização - Nova Missão para 2015

Boas & Novas

Jesus é por excelência o evangelizador e o Evangelho em pessoa.

Sua solicitude convida a todos nós para cuidar do mais frágil, especialmente os solitários, os deprimidos, os pobres, aqueles que se afastaram da igreja.

A missão da Igreja universal é abrir os braços para acolher todas as pessoas, sem distinção ou limites, a fim de proclamar que Deus é amor.

Este é o objetivo da comunidade de São Vicente para o ano de 2015 para chegar a todas as pessoas: velho, solitário, migrantes, refugiados, mulheres e crianças maltratadas, as vítimas da violência e das drogas. Afinal, este é o mandamento que Jesus nos deixou quando ele se identificou com os pobres e com fome e quem sofre. São Vicente quer ser uma mãe com um coração aberto para o mundo inteiro, sem qualquer fronteira.

AddThis Social Bookmark Button
 

postheadericon Missa de Migração - Somos uma só família perante Deus

Pascom

Este foi o tema da Missa da Migração realizada no dia 4 de janeiro, na Catedral Saint Mary, em Miami, com o Celebrante principal, Arcebispo Thomas Wenski. Todos os grupos culturais da arquidiocese estavam presentes dando sua valiosa contribuição para o sucesso dessa grande festa de cores e raças, línguas e tradições, todos sob o mesmo teto celebrando o amor e a união, a alegria na diversidade, louvando um mesmo Deus.

AddThis Social Bookmark Button

Leia mais...

 

postheadericon Fazenda Esperança: Chamado atendido

Pascom

O último jantar dançante para angariar fundos para a Fazenda Esperança nos Estados Unidos foi um grande sucesso. Mais de 400 pessoas compareceram no salão de festas da igreja Saint Vincent, no dia 27 de setembro, ultrapassando uma renda líquida de $ 6 mil dólares. Nem os organizadores esperavam essa enorme participação. Sem dúvida, o chamado foi ouvido e muito bem atendido pela comunidade brasileira de Margate, Fl.

A Fazenda Esperança é um sonho que vem se concretizando a passos lentos desde 2005. Em 2009, a partir da doação de um terreno em Lake Placid, condado de Highland, FL. José e Leda Almeida, com o auxílio de alguns amigos, conseguiram construir um pequeno rancho no local. Contudo, ainda é necessária a construção de uma estrada, entre outras grandes despesas, até culminar com a construção do prédio.

AddThis Social Bookmark Button

Leia mais...

 

postheadericon Qual é o maior mandamento?

Liturgia

Será que uma pessoa que faz o bem pode sofrer por causa disso? É possível fazer o bem sem nunca entrar em conflito com outras pessoas por causa disso? Como foi a experiência de Jesus? Nos capítulos que antecedem a narrativa da paixão e morte de Jesus, o Evangelho de Mateus insiste em cenas de conflito. Diversos grupos de autoridades dos judeus se defrontam com o "mestre da nova justiça", como Mateus gosta de se referir a Jesus.

Neste domingo, conta-nos o Evangelho que fariseus se reuniram e arquitetaram mais uma prova para Jesus. Queriam testar se ele tenha aprendido bem o "catecismo"... Qual poderia ser a pergunta mordaz? A escolha recaiu sobre o centro da Lei de Deus: Qual é o maior mandamento? A resposta de Jesus não poderia ser melhor. Respondeu, sem rodeios: "Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento".

Os fariseus nada puderam objetar. E havia uma surpresa na resposta: eles tinham perguntado pelo maior mandamento, mas Jesus acrescentou um segundo, semelhante ao primeiro: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo". E disse ainda que toda a Bíblia se resumia nesses dois mandamentos.

Tudo isso não era propriamente uma novidade. A novidade parece ter sido a expressão concreta dessa síntese na pessoa e na prática de Jesus. Novidade era, ainda, o jeito como Jesus entendia esse amor ao próximo. Ele se traduzia na acolhida aos doentes, aos pecadores, aos pobres, aos excluídos, aos fora da lei. Era muito mais fácil separar o amor a Deus e o amor ao próximo. Era e ainda hoje é assim. Era e é relativamente fácil amar aquele próximo que é parecido conosco.

Difícil sempre foi e sempre será considerar também como próximos os que são diferentes, aqueles que a sociedade considera indignos, merecedores da "sorte" que vivem. Amá-los, compreendê-los, aproximar-se deles e assumir junto com eles suas causas, isso é complicado e gera conflitos. Foi isso que aconteceu com Jesus. E foi isso que ele também anunciou a seus discípulos. E os encorajou: "Bem aventurados sois quando vos perseguirem, vos odiarem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós.

Assim também fizeram com os profetas".

Pe. Léo Zeno Konzen

AddThis Social Bookmark Button
 

postheadericon Dom Damasceno, Arcebispo de Aparecida,SP - Uma Visita Ilustre

Liturgia

No dia 7 de setembro, nossa missa das 9:30 da manhã estava lotada. Todos vieram celebrar com a ilustre presença de Dom Raimundo Damasceno Assis, Arcebispo de Aparecida,SP. Dom Damasceno veio à Florida atendendo a um convite especial para participar da missa com introdução da imagem de Nossa Senhora Aparecida, no dia 6 de setembro, às 11hrs da manhã, na igreja Saint Patrick, de Miami Beach.
Assim, nosso pároco, Pe. Matteo Didoné, aproveitou para convidá-lo para celebrar também em nossa igreja Saint Vincent de Margate. Ele aceitou o convite e tivemos a graça de tê-lo conosco por algumas horas, no domingo.

AddThis Social Bookmark Button

Leia mais...

 

postheadericon Tu os igualaste a nós!

Pascom

Será que todas as pessoas recebem o que é justo? Está certo que haja gente acumulando fortunas e outros que mal conseguem o suficiente para sobreviver? A parábola do Evangelho deste domingo é bem conhecida e levanta muitos questionamentos: um homem sai diversas vezes, desde o começo da manhã até quase o fim da tarde, para contratar trabalhadores. No fim do dia, paga a todos o mesmo salário, começando pelos últimos. A reclamação dos primeiros não se faz esperar: – Estes últimos trabalharam uma hora só, e “tu os igualaste a nós”, que suportamos o cansaço e o calor o dia inteiro.

– Reclamação justa! – diríamos.

– Nem tanto – contestaria Jesus. – O que, afinal, é justo? Aqueles últimos não merecem comer e viver? De onde vem esse direito fundamental? Quem não encontra trabalho, não tem o direito de viver? E por que é injusto ser bom para com aqueles que são os últimos? E o Evangelho arremata com a máxima: “Assim, os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos”.

AddThis Social Bookmark Button

Leia mais...

 

postheadericon Testemunhos

RAQUEL MACHADO
Date: May 18, 2010


Em uma manhã da semana passada recebi um link de minha tia por email, me indicando um site para visitação e para ver as fotos da primeira comunhão de meu primo. Parabenizo vocês por este meio de evangelização. No mundo atual temos que ultilizar de todas as formas para evangelizar.Mais feli...
English Spanish

Receba as Novidades do Católicos na Flórida via Email!

Deixe o seu Testemunho

Boas e Novas - Evetnso da Comunidade

Colunas e Artigos Católicos

Fotos e Videos

Leia o Boletim da Saint Vincent Church

Polls
Como você soube do nosso website?