Portal Pastoral do Dízimo Qual a Diferença Entre Dízimo, Oferta, Donativo e Caridade?

Pastorais da Comunidade Nossa Senhora Aparecida

postheadericon Qual a Diferença Entre Dízimo, Oferta, Donativo e Caridade?

O Dízimo - Gratidão que brota de um coração generoso, reconhecendo que DEUS é dono de tudo, nos deu a vida, minha família, meu trabalho, enfiom tudo, então reconhecendo que DEUS, é dono de tudo e eu so gerencio as coisas de SENHOR, eu devolvo a parte que cabea ele. E só têm sentido se o cristão compreender que trata-se de uma devolução à DEUS, através de nossa comunidade, de uma pequena parcela de todos os nossos rendimentos, em forma de ação de graças pelo muito que d´Ele recebemos gratuitamente, sem nenhum mérito de nossa parte, porque esses 10 % pertence à ele, e se ele não nos der nenhuma benção não podemos reclamar.

A Oferta – A oferta têm outro sentido, muito bonito, muito especial. Daquilo que é meu, são 90 % doq eu me pertence por direito, que DEUS me concedeu gratuitamente, quero dar uma parte, também gratuitamente, como expressão de amor e gratidão por tudo o que recebo de DEUS. Cada um têm uma motivação para fazer esta oferta, que brota do coração generoso, sem obrigações, sem normas, mas pelo simples prazer de amar, de dar.É um valor variável eu nem precisa ser dinheiro, pode ser, por exemplo alimentos, oferecidos na igreja por ocasião de uma celebração. A oferta mais típica é a feita no ofertório da missa. Na próxima Missa e em todas as Missas de hoje em diante, não deixe de se apresentar diante do altar com as mãos cheias de sementes, Sua vida, antes de tudo, a semente mais preciosa! Sua família, sues problemas, mas também parte do que você produziu, como gesto de gratidão, sementes que serão multiplicadas,‖3, 60, 100 por um‖ , leve tudo e entregue com alegria. ― Porque DEUS ama quem dá com alegria‖, diz São Paulo. Mas a oferta em dinheiro não é obrigatória e não segue nenhuma norma.

O Donativo – Os donativos também, como acontece coma oferta, são diferentes do dízimo, poruqe dou da parte que me pertence. Normalmente damos nossos donativos para entidades que desenvolvem trabalhos relevantes na sociedade em benefício dos menso favorecidos. Quando alguém desenvolve um trabalhgo para atender estas necessidades de forma organizada, consciente, libertadora, temos a obrigação moral de ajudar. O donativo se aplica portanto, nos casos em que eu desejaria fazer algo especial, algo bom, útil e necessário, mas por alguma razão não posso fazer, então sim, posso contribuir com os que fazem. Neste caso é como se eu mesmo o fizesse.

Caridade – A caridade é outro aspecto interessante na nossa vida social e cristã. Como nos donativos, vai de encontro às necessidades de pessoas carentes, quedependem literalmente da ajuda. Sem ajuda estariam na marginalidade, no sofrimento, na exclusão dos direitos fundamentais de cada cidadão, de cada filho de Deus. Estamos falando de uma doação feita diretamente a uma pessoa necessitada. É o caso da esmola dada a um pobre.

AddThis Social Bookmark Button
 

postheadericon Testemunhos

Walter Sotille
Date: Jun 30, 2012


Pedi para que meu filho fosse efetivado no concurso dele e nesta sexta-feira ele foi efetivado com a graça de Deus. Obrigado
Nossas Pastorais
Menu do Dizimo
Cadastre-se
Cadastre-se para receber as novidades do nosso website via email.



English Spanish

Receba as Novidades do Católicos na Flórida via Email!

Deixe o seu Testemunho

Boas e Novas - Evetnso da Comunidade

Colunas e Artigos Católicos

Fotos e Videos

Leia o Boletim da Saint Vincent Church